You, my Jorge

Preciso de desacelerar a velocidade, ainda que de cruzeiro, para agradecer a bênção de um amor assim!
Desde  cedo tomei o gosto ao sonhar acordada.

E num desses sonhos, ansiei por ti. Se um dia casasse, gostaria muito que o meu homem gostasse mesmo de mim. Nem mais, nem menos do que eu a ele. Que gostasse de mim como eu me sabia capaz de gostar dele.
Conheci-te, apaixonei-me por ti e, quem diria, casei-me contigo! Aprendemos muito, crescemos outro tanto e aqui estamos nós desasseis anos depois.
Caminhas comigo sempre atento aos meus passos.

image

Carregas as minhas tralhas!

image

Aturas-me sempre as vontades!

image

Não gostas de mim. Amas-me! Eu sei, eu sinto, eu vivo.
Quanto a mim… sei que não gosto de ti. Tenho a certeza que te amo!
És o meu melhor amigo, companheiro, amante e marido, aquele com quem sonhei acordada há alguns anos atrás.
Ainda bem que sonhei, pedi, acreditei e te encontrei. Amo-te como és, cada vez mais.

Preciso de fazer uma pausa para agradecer de todo o meu ser a bênção de um amor assim!

Hoje, continuo a sonhar acordada. Mas como lá atrás, há uns anos, peço-Lhe muito baixinho. Sonho, peço, espero e acredito fortemente!

Entretanto, agradeço de todo o meu ser a bênção de aprender e viver um amor tão perfeito, assim!

Anúncios

2 thoughts on “You, my Jorge

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s